quarta-feira, 1 de agosto de 2012

O mundo gira lá fora

E eu tento acompanhar o que por lá se passa.

Gostava de postar mais, gostava de não estar sempre a perder o fio à meada do desafio de fotografia, gostava de não choramingar pelo tempo a menos e pelo sono a mais.

O trabalho tem andado ao rubro. Muito, muito mesmo. Começo agora a ver a luz ao fundo do túnel do projecto que temos em mãos. A luz que gostávamos de ter visto há um mês atrás. Todos os dias juro que não estou para me irritar com isto, que não tenho culpa pelo mau planeamento, que não foi por falta de aviso. E... todos os dias me irrito e me preocupo e me esforço e me sinto um bocado frustrada por isto ainda não estar como tem que ser.

Ando apaixonada pela nossa casa. Ainda só temos um monte de paredes vazias, mas eu já as vejo no futuro. Já há água, já há luz e, desde que assinamos aquela bendita escritura, só houve um dia em que não passei por lá, nem que fosse um bocadinho. Apetece-me fazer coisas. Apetece-me limpar o pó. Apetece-me ter lá toda a gente. Adoro ver coisas a acontecer. E, embora muito mais lentamente do que eu gostaria, elas estão a acontecer.

A Viagem Medieval está à porta e eu, um ano mais, vou estar por lá. A ver vamos se desta vez há tempo para ir contando as muitas histórias dos cromos bons e maus que encontro. Imaginava-me neste momento muito mais descansada, muito menos sonolenta, para aguentar bem aqueles 11 dias de loucos, mas... não aconteceu. A ver vamos como arranjo espaços para descansar.

Este ano vou cumprir (ou assim espero) um daqueles meus objectivos "de sempre": fazer o Caminho de Santiago. Vamos fazer o caminho Português, a partir do Porto e eu tenho medo de ficar pelo caminho principalmente porque não vejo jeito de fazer uma preparação decente. Após muita indecisão acabei por comprar umas botas (só tinha sapatilhas e não eram, aparentemente, o melhor calçado para uma caminhada destas) e ando com elas para as moldar. Sinto que pareço uma tolinha a "passear-me" de botas de caminhada departamento fora, em pleno Verão. Adiante.

Turbilhões à parte, mau humor à parte também, há colas com gelo e limão, há jogos olímpicos na televisão e um livro a ser lido em catadupa. Começo finalmente a sentir o cheirinho das férias. E cheiram mesmo, mesmo bem... :)



1 comentário:

  1. Também por aqui se sente já o cheirinho a férias... que bom!

    ResponderEliminar

Copyright © 2016 De Mel e de Sal , Blogger