terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

59.366

(imagem de.mel.e.de.sal)

28. Your City. É pequenina chega-se sempre "daqui ali num instante", é prática. Não tem nomes nas ruas, o que torna tudo muito mais simples no que toca a saber onde é o quê, é matemática. Tem ruas ortogonais, paralelas e perpendiculares ao mar, é peculiar. Tem mar, pregões e confusão, é peixeira. Tem casas antigas, onde um dia queria morar, tem charme. A minha cidade, não é a cidade que mais admiro, não é a cidade mais bonita do mundo, não é perfeita mas é a minha, a nossa e basta.

9 comentários:

  1. é mesmo isso:)

    quando me pedem a morada, eu digo o nome da minha rua e ficam por segundos a pensar... escrevem e no final, depois do código postal dizem "pois, só podia ser mesmo esta cidade"

    e eu respondo: "ou esta ou Nova Iorque"
    HAHAHHAHA

    ResponderEliminar
  2. @Filipa - ;)

    @Ombemua - acho que é normal acabarmos por nos "apaixonar" pelos sítios onde vivemos

    @art.soul - eu acho o esquema perfeito. Quando dizes "É no cruzamento da x com a y" sabes sempre o local exacto. É mesmo perfeito. "Where The Streets Have No Name" já cantava o Bono :D

    ResponderEliminar
  3. Não faço ideia onde seja. Pode ser Espinho? Acho que é a única que conheço com essas carteristicas :)

    ResponderEliminar
  4. É Isso mesmo...
    Gostei das palavras, pode não ser bonita mas tem o encanto que nos deixa contagiada pelo sitio onde nascemos e crescemos.
    Amei a foto Vera.
    Linda...
    Bjstos

    ResponderEliminar
  5. Nem mais!
    Tem mar, para mim é mais que suficiente ;)

    E a imagem está um espectáculo! :)

    ResponderEliminar
  6. Bela foto :D
    kisses

    obsessivfashion.blogspot.com

    ResponderEliminar

Copyright © 2016 De Mel e de Sal , Blogger