Da criatividade. Do "Yes, We won!". Do "somos uma equipa do caraças".

fevereiro 06, 2012 Vera 6 Comments

Há uns meses andava com dúvidas acerca da minha capacidade criativa. Eu, que me lembro de ter ideias tão giras na escola, parecia que tinha perdido a minha capacidade de "inventar" no meio das matemáticas. É claro que continuo a arranjar soluções para problemas (afinal o Engenheiro é o rei do desenrascanso!) mas aparte disso, nada de ideias novas!

Lembro-me de na altura ter falado sobre isto com a Art. No meio de uma conversa sobre o poder criativo poder ser ou não desenvolvido, falamos nos "escapes". É muito importante fazermos coisas diferentes na vida (e eu, que sempre fiz catrafadas de coisas, tinha naquela altura cortado com muitas delas). E no esforço despendido. Na importância da "transpiração" vs "inspiração". No processo de nos superarmos sempre.  
Pensei naquilo e arregacei as mangas. Comecei a fazer listas de objectivos, a registar ideias, a fugir do computador ao fim de semana. Tentei estar mais um bocadinho mais atenta às coisas e às pessoas à minha volta. Escrever mais no blogue. Tirar mais fotografias. Inventar com o feltro. Observar. 

E... comecei a ver resultados.

Há umas semanas, a minha irmã sugeriu que podíamos concorrer ao Passatempo do Cocó na Fralda. De início achei que era impossível, há sempre ideias tão giras! mas "vamos lá pensar em qualquer coisa". Lembrei-me do StopMotion (gosto tanto deste). Caraças até podia não dar em nada, mas fazer uma coisa destas era giro. Decidimos que íamos basear-nos na rotina, num elogio à rotina (que coitadinha também precisa). A ideia inicial era retratar um dia normal, aborrecido, e centrar "a felicidade" do dia na visita ao blogue. Começamos. 200 fotos depois, uma sequência já montada e... "não gosto", "falta aqui qualquer coisa", "soa a falso", "é um bocadinho aborrecido. Desistimos? 

E se... apareceu a ideia das esferográficas e da situação inicial. O resto veio por acréscimo. Sempre com material de casa, com o tempo muito contado e com inúmeros problemas técnicos (diferenças de luz e de focagem, por exemplo). Fomos acrescentando aqui e acolá com o material que aparecia. O mais giro foram as fotografias na praia, num Domingo à tarde: a plateia que se ia formando a ver duas malucas com um tripé a fotografar 2 canetas! :)

As ideias começaram a aparecer em catadupa e o tempo a encurtar. No final acabamos por não conseguir por tudo em prática, com o tempo a voar, o cansaço a aumentar e o nível de exigência a diminuir (ver por exemplo a quantidade de plasticina que usamos para segurar as canetas: inicialmente só um bocadinho, quase para não se notar e minutos para as conseguir equilibrar, nas cenas finais do vídeo verdadeiras bolas de golfe para ser rápido a equilibrar!). Mas a ideia estava lá, o material era o que estava mais à mão e muito profissionalismo podia tirar a piada à coisa! :)

No final adoramos o resultado. Conseguimos transmitir a ideia que queríamos: retratar os vários momentos da rotina da "família Cocó": o acordar, o pequeno-almoço, a escola, o trabalho, as entrevistas, o blogue, o namoro, os passeios, o jantar com família e amigos... Está lá tudo. Já só pensávamos que "oh... ela vai gostar tanto! Até podemos não ganhar, mas está mesmo engraçado!".

Enviamos, explicamos e... ganhamos! E é tão bom voltar ver uma coisa totalmente pensada por nós
ser apreciada! Estou mesmo feliz!


Fica o texto...
«Acreditamos MESMO que as melhores coisas da vida são gratuitas, simples e fazem tanto sentido porque são só nossas. As borboletas no estômago, os abraços dos que amamos, as boas memórias, a partilha, as rotinas que nos fazem sentir em casa os planos para dar facadas na rotina. E depois apetece-nos contar ao mundo, gritar bem alto ou então escrevê-lo, para ficar ali, ad eternum.
É isso mesmo que é para nós o Cocó na Fralda: um blogue de rotinas. A rotina caseira, com todos os sorrisos e os desesperos. A rotina do trabalho, com as conquistas e as incertezas. A rotina do "eu", com combates às gorduras e às tentações dos saldos. As rotinas boas da vida. Aquelas que nos fazem sentir seguros, no nosso mundo e... aquelas que são ainda melhores se forem quebradas!
Assim, decidimos imaginar um elogio à rotina. À tua rotina, e um bocadinho à de cada um de nós. Criamos aquilo que imaginamos que se passe por aí, num dia comum. Com escola, o trabalho, filhos, corridas, amigos, namoro e... apenas 24h!
Escolhemos como personagem principal "a esferográfica", que apesar de ter deixado de ser uma peça fundamental do puzzle da escrita, ainda não passou peça de museu. Pegamos nela e demos-lhe vida. Lá por casa, com objectos da nossa rotina e mais de 600 fotos (das quais aproveitamos 450).
Preparada e curiosa para assistir ao vídeo da super-Bic, uma jornalista apaixonada, atarefada e empenhada. A vida que nos chega pelo Cocó na Fralda em 450 instantes.»
... e o vídeo.


Sô dona irmã, já podes acreditar! Somos uma equipa do caraças e... vamos rever Lisboa!! :)

Também podes gostar disto

6 comentários:

  1. Ontem fui à página da Cocó vê-lo e gostei muito, estão de parabéns!!

    ResponderEliminar
  2. FOGO!!!
    Está o máximo e fartei-me de rir.
    Nunca percam essa criatividade.
    Beijinho para as duas.

    www.janelasdoimaginario.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Que fixe!!!!
    E que paciência!!! :p
    Está muito muito giro ;)

    ResponderEliminar
  4. Está mesmo giro! e não tiveste criticas porque está mesmo muito original e bem feito!

    ResponderEliminar