159.366

junho 11, 2012 Vera 7 Comments


Fomos fazer "soft-raft" para o rio Cávado.  Foi giro, muito soft (mesmo!), água gelada e uma paisagem muito bonita (quase não viamos casas). A primeira vez que estive dentro de água com um colete salva vidas (aquilo é estranho!) e... a primeira vez que senti que um colete salva-vidas era coisinha para dar jeito (já que me mostrei totalmente incapaz de nadar contra a corrente(zinha!) do rio). =)

Também podes gostar disto

7 comentários:

  1. Qual é a diferença entre rafting e softraft? :)

    ResponderEliminar
  2. Que ar divertido! :) a foto está mt gira!

    http://pegadafeminina.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Devem-se ter divertido mesmo muito.
    A foto está um máximo, super divertida.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  4. Ora aí está uma coisa que gostava de fazer!

    ResponderEliminar
  5. Deve ter sido 1 experiência girissima!
    A única vez que usei um colete foi para andar de mota de água... O meu primo ia a conduzir e pos-se a fazer curvas e contra-curvas apertadas para me mandar ao charco... Conseguiu, claro! Mas, de facto, o colete salva-vidas torna-se um bocado aflitivo...Era eu de cabeça para baixo, rabo espetado para cima e aquela treta continuava a puxar-me para cima...LOL!
    Salva-vidas, sim... Mas uma pessoa quase morre de aflição antes eheheh :p

    ResponderEliminar
  6. @Miss Pipeta: o softraft é mais "soft" que o raft. As quedas de água são muito baixinhas e a corrente é pouca. :)

    @Mia: Obg!

    @RitaCatita: Foi muuuiito giro (mas gostava que fosse um bocadinho menos "soft")

    @Lila: experimenta. Nós compramos com vales da LetBonus e ficou baratinho (9€/pessoa já com seguro, transporte, cedência de fatos...).

    @Zona: foi muito giro, gostava de repetir mas desta vez com um bocadinho mais de "fear factor". E em relação ao colete... É isso mesmo!!! :D

    ResponderEliminar
  7. faz-me tanta confusão águas escuras, começo a imaginar o que vai lá me baixo. Tenho uma imaginação muito fértil (e parva)

    ResponderEliminar