366.em jeitos de rescaldo

dezembro 29, 2012 Vera 3 Comments


Hoje, a 3 dias do fim deste ano de fotos diárias, decido se para o ano volto a embarcar ou não nesta pequenina loucura. A decisão não é fácil. Se por um lado olho para as 363 que tenho até ao momento e me sinto deliciada e orgulhosa, por outro tenho que admitir que isto é cansativo.

Tirar uma fotografia por dia obrigou-me a estar atenta ao que me rodeia, ajudou-me a lembrar de pequenos acontecimentos de cada dia, todos os dias destes ano (quão espectacular é isto?) e a melhor um bocadinho as minhas fotografias (aquela coisa da prática e a perfeição...). Agora, sempre que abro a pasta das fotos não deixo de me perder um bocadinho por lá. Aniversários, refeições, viagens, dias de praia, a Maria, as corridas, os torneios, o Caminho, a escritura da casa nova, as compras... está tudo lá.  

Por outro lado... é muito difícil. Não apetece fotografar todos os dias (e eu tive dias do catano este ano), e noutros parece impossível escolher só um acontecimento para ficar. Depois... há aqueles dias que são "todos iguais", que a imaginação está a zero e parece não haver nada minimamente interessante por mais que procuremos e outros...  que passam a voar e quando reparamos estamos a deitar-nos sem sequer nos lembrar-nos da fotografia do dia. 

Para mim, o mais importante, é não dramatizar a coisa. Se não conseguir tirar a fotografia uma vez, tiro no dia seguinte a representar alguma coisa no dia anterior. Se não conseguir fazer upload da foto naquele dia ou no próximo, tento nunca deixar passar do fim de semana. O importante é não deixar acumular muito. A "máquina" deve andar sempre connosco (tenho uma boa parte das fotos tiradas com o ipod), é uma questão de hábito. 

Há quem opte por "projectos 365" temáticos. O rotina dos filhos, os cozinhados, a casa... Eu quis um bocadinho de tudo. A minha rotina. Um fotografia por dia com um breve descrição e um post no blogue e no facebook pessoal. Isto é só aparentemente fácil. Apanhar "o momento do dia" numa foto não é fácil, principalmente se a quisermos minimamente interessantes. Os dias com coisas "novas" eram fáceis mas... e aqueles em que me levantei às 7h30, cheguei a casa às 21h, jantei, vi um episódio de uma série qualquer e adormeci? E depois de esgotados os cenários de trabalho (PC, café, vista do telhado, almoço...) o que apanhar? É aqui que está a dificuldade e a maior parte da piada: olhar à volta (mesmo que no dia seguinte)  e tentar ver o que não vi na véspera. As ideias apareceram sempre, afinal a ideia não era espicaçar a criatividade?. :) Depois, mesmo que para objectos ou situações menos boas ou mais comuns, toca a tentar ângulos estranhos. E se mesmo assim a foto ficar um nojo? Abrir o Lightroom ou o Picasa e por as mãos na massa. Há sempre alguma coisa para melhorar.

Quanto à ideia de acompanhar as fotografias de uma descrição ou história (acho que só o consegui em cerca 50% das fotos). Postá-las no blogue é uma excelente forma de compromisso (é muito mais difícil admitir perante os outros que falhamos!) mas também acarreta o velho problema da exposição das "minhas" pessoas no blogue o que me dava uma nova dificuldade: fotografar sem pessoas (quando fotografar pessoas é das coisas que mais gosto).

Para quem quer embarcar numa loucura destas a único conselho que dou é: força nisso, tu consegues! Acredita que vais sentir-te cansada e pensar em desistir mas (e do lado do "fim" eu falo): vale a pena o esforço! Tenta ganhar algum rotina (por exemplo, tirar uma foto até às 15h, se não aparecer nenhuma melhor, já tens aquela) e não deixar acumular dias em falta (mesmo que não consigas, obriga-te a recuperar o tempo no máximo, no fim de semana). O importante é fazer com que isto entre na rotina (e por isso o primeiro mês é muito importante). Foca-te no final e em como vais gostar de ver o teu 2013 em imagens. Dá um vista de olhos neste post, as fotografias dela são maravilhosas e tens aí mais um "testemunho" da experiência.

Em suma, vale muito o esforço.  Quanto a mim decidi que em 2013 não vou repetir o projecto. Há muitas outras coisas que quero experimentar e vou dedicar os bocadinho reservados para a fotografia noutros projectos. Talvez daqui a um ano esteja a lamentar esta decisão e decidir voltar ao 365 em 2014. Para já, tenho disco cheios de fotos, álbuns vazios, um objectiva nova e o Instagram à minha espera. :)

Também podes gostar disto

3 comentários:

  1. Comprometer-mo-nos com certas coisas é saudavel, e quando não desistimos delas é gratificante faz até com que gostemos mais de nós. Parabéns pelo projecto! Por estes lados continuam-se com o projecto "Cartas Cruzadas", o projecto onde mando cartas para desconhecidos. Já passou as 100 cartas, e dá um trabalho do caraças, mas para mim, isto é um bocado da felicidade. Tal como deve ter sido esse teu projecto. Existem coisas que valem sempre a pena. Bom 2013! :)

    ResponderEliminar
  2. Parabéns por teres conseguido (ou quase, que ainda faltam os últimos dias) :)

    ResponderEliminar
  3. Obrigada! Depois de ir acompanhando as fotos é sempre bom ter uma noção de como as coisas se passam nos bastidores. Tenho a noção que é um projecto/experiência única, que dificilmente irei repetir, mas tenho a certeza que será positivo e único. :)

    ResponderEliminar