Sobre o Trump, o Obama, a política e educação

janeiro 31, 2017 Vera 0 Comments

Não gosto de falar sobre política. É triste, porque reconheço o papel fundamental e concordo que é um dever nosso intervir e escolher. O problema é que me causa arrepios. Não sei em que momento deixei de acreditar nos políticos nacionais e internacionais. Por cá, sempre que é hora de votar, limito-me a ler, pesquisar, e escolher aquele que sinto que será "o mal menor"ou "a melhor pessoa" no meio de uma máquina política duvidosa.

Contudo, apesar dos tempos duvidosos que vivemos actualmente, vão aparecendo pequenas gotinhas que me fazem acreditar que sim, somos nós, as pessoas que ainda podemos fazer alguma diferença. É preciso ter consciência, falar e mostrar o que há de bom e mau (sim, estou a contradizer-me...). E já que eu não gosto de falar nelas, mostro pelo menos as minhas preferidas dos últimos dias.

21 Frases sobre parentalidade, por Michelle e Barack Obama. É impossível não gostar desta família.

Todas as aberrações em torno da campanha, eleição e mandato de Donald Trump provocam-me nós no estômago. É inevitável não pensar (ou temer) o que poderá estar para vir. Chega de achar que vai ser mais simples do que parece, é preciso estarmos vigilantes, diz a Gata Christie e diz muito bem.

Sobre o populismo de Marcelo que pode até ser bom
Uma visão interessante sobre as perspectivas da realidade e as razões que levaram boas pessoas a votar em Donald Trump

Também podes gostar disto

0 ops: